Pensando em me tornar um grande fã de cinema

Eu tenho um problema na minha sexta-feira.Sempre quando o William Bonner manda o “boa noite” um comichão nervoso me atinge e eu preciso pôr meu tênis velho, sair e voltar de madrugada.Outro dia eu cheguei em casa, ainda sob efeito da cerveja, e liguei na TV Globo (Canal 4) e assisti um filme muito bacana chamado “Endiabrado”:

endiabrado

Fala sobre um cara que não tem a mulher que ele quer pegar, ai chama o Diabo que é a Elizabeth Hurley e deseja sete coisas que dão errado.O filme é bacana, me fez pensar sobre estilos de vida completamente diferente dos meus, como daqueles fãs de cinema que não curtem muito sair mas de certa maneira fazem parte dessa ‘vida alternativa dos consumidores de cultura’.

Eu nunca gostei muito de cinema, mas pelo que parece é feito para a reflexão, pra você se ‘projetar’ em outras realidades, e viver por um momento a vida do outro.Existem dramas, comédias, e filmes de superação:

Um exemplo de filme que agrega diversos valores positivos

Um exemplo de filme que agrega diversos valores positivos

Gosto dos fãs de cinema.A maneira que eles andam, com aquela classe de cocker spaniel, com suas camisas xadrez por cima de camisas de manga longa e seu cavanhaque combinando com a barriga proeminente.

Um cinéfilo e sua sofisticada cultura do cavanhaque

Um cinéfilo e sua sofisticada cultura do cavanhaque

Gosto de como eles se divertem em casa com seus amigos em suas longas sessões de cinema e box de seriados americanos, tudo regado a muita Coca Cola Zero.

Sempre admirei a capacidade dos fãs de cinema de manterem uma vida social que não combina bar depois boate/show depois bar de novo ai finalmente casa.Me admira como eles mantém uma vida sexual que não envolva banheiro público do sexo oposto e “faz silêncio que meus pais estão dormindo”.

Cinema pra mim parece uma evolução natural na meio artístico de quem jogava videogame , lia quadrinhos e toda a trilogia do Senhor dos Anéis quando era pré-adolescente, ao contrário daquela galera que aos treze anos de idade já se considera uma pessoa densa por seus pais serem músicos clássicos, ai acabam crescendo e virando artistas plásticos ruins e drogados.

Gosto da maneira que eles gostam dos atores que eu não consigo gostar, como o Nicolas Cage, Uma Thurman etc.

Muito prudente dos cinéfilos começarem a assistir filmes sobre drogados já na adolescência mas tem medo de usar, ao contrário dos amigos que gostam mais de música e não assistem esses filmes, fumam escondidos na escada do prédio e bebem vodka com coca cola na praça de alimentação do Shopping Center, numa garrafa escondida na mochila jeans escrita com caneta bic nome de bandas que estão na trilha sonora do filme sobre drogas que os cinéfilos assistem.

Quero ser amigos de cineastas promissores que tem uma linguagem jovem e moderna:

Poderia ser amigo desses caras, são modernos e tem uma abordagem jovem

Poderia ser amigo desses caras, são modernos e tem uma abordagem jovem

E talvez me tornando amigo deles posso finalmente ir na festa de lançamento do filme e me divertir com meus novos amigos:

Seriam foda eu saindo em fotos com minha 'nova turma de cinéfilos'

Seria foda eu saindo em fotos com minha 'nova turma de cinéfilos'

E ai qual a próxima sessão?FICO NO AGUARDO.

Abraços

Anúncios

8 comments

  1. thamires marchetti

    o ruim de tudo isso, é, quando você sabe que não vai ser amigo desses caras e que eles são ”cool” e geralmente não se sentem deslocados da cena, mesmo sem uma vida social de grandes festas e eventos. é invejável, meu caro.

  2. Gus Lanzetta

    Além do Jamaica Abaixo de Zero tem aquele Corrida Rumo ao Sol, é na Austrália e tem mais gente branca, mas aí eles puseram a Halle Berry lá pra você esquecer que o Jim Belushi veio estragar a festa.

  3. Pingback: CINEMA: Filme de guerra sem choro de miséria desafia integridade de cinéfilos insensíveis | CINEMA
  4. Denise Santos

    Meu caro, fãs de cinema também bebem de bar em bar…
    Marcam um cinema e depois… um belo chopp…
    Ou, um belo chopp e depois cinema… ver um filme meio bêbado é muito bom também… Ser cinéfilo é muito cool mesmo, você nunca fica sem assunto e sempre encontra alguns nerds que queiram compartilhar seus conhecimentos cinefilomaníacos também… hehe, de qualquer forma, adorei o texto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s